Especialização em Higiene e Segurança Alimentar

Formação em E-learning com aulas assíncronas. Terá o apoio de um tutor que esclarecerá através de mensagem ou email todas as suas questões no prazo de 12 horas.
Será elaborado um cronograma e durante esse período, poderá realizar o curso de acordo com a sua disponibilidade.
Não existe obrigatoriedade de participação em fóruns para comentar frases feitas, nem de participar em aulas síncronas, no seu horário de trabalho ou horário de atendimento à família.
Poderá efetuar o download de todos os recursos didáticos colocados na plataforma moodle.
O curso é totalmente prático sendo colocados exercícios práticos para uma maior aproximação da formação ao contexto real de trabalho.

Duração

220 horas

Preço

312 €

O principal objetivo é dotar os participantes de competências para a avaliação dos principais perigos para a segurança alimentar e avaliar a importância da higiene alimentar nas boas práticas de produção de alimentos.

1: Legislação para o setor alimentar
2: Qualidade alimentar
3: Microbiologia e contaminação microbiana
4: Substâncias tóxicas naturalmente presentes em alimentos
5: Substâncias tóxicas em organismos aquáticos
6:
Contaminantes
7:
Aditivos e segurança alimentar
8:
Rotulagem de produtos alimentares
9:
Sistema de controlo da segurança alimentar: Análise de Perigos e dos Pontos Críticos de Controlo

Candidatos com formação superior que pretendam vir a intervir nesta área profissional.

O Certificado  é emitido sempre que os formandos atinjam uma classificação final igual ou superior a 10 valores, numa escala de 0 a 20 valores, sendo válido para a obtenção de créditos (ECTS), na candidatura a um Mestrado ou Doutoramento, ao abrigo do Tratado de Bolonha.

Os estabelecimentos de ensino superior poderão creditar ECTS de acordo com o regulamento de creditação de formação, vigente em cada instituição de ensino superior, tendo em vista o prosseguimento de estudos para a obtenção de grau académico (Mestrado ou Doutoramento), conforme o disposto no artigo 45.º do Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, alterado pelo Decreto-Lei n.º 107/2008, de 25 de Junho, retificado pela Declaração de Retificação n.º 81/2009, de 27 de outubro, e Decreto-Lei n.º 115/2013, de 7 de agosto, com republicação.